Kiwi.com funda a SourceLift Fund, que apoia equipes que desenvolvem software livre

Published: 12/07/2017 Países relacionados:  Brasil Brasil

O site pesquisa de passagens Kiwi.com fundou o SourceLift Fund, que oferece suporte a equipes que desenvolvem software livre e de código aberto (FOSS).

Kiwi.com funda a SourceLift Fund, que apoia equipes que desenvolvem software livre

 

O site pesquisa de passagens Kiwi.com fundou o SourceLift Fund, que oferece suporte a equipes que desenvolvem software livre e de código aberto (FOSS). O FOSS é um software aberto por computador que pode ser usado por qualquer pessoa e em qualquer lugar do mundo. Os programadores têm assim a oportunidade de colaborar e educar-se ainda mais, também graças ao apoio financeiro fornecido pelo Fundo.

O primeiro projeto a ser apoiado por Kiwi.com é a equipe coala.io. O mecanismo de pesquisa anunciou ainda sua parceria com a Amadeus. Com a nova tecnologia de pesquisa Amadeus, poderá expandir seu banco de dados com combinações de vôo de 750m previamente calculadas.

 

Sobre a Kiwi.com:

www.kiwi.com

 

O Kiwi.com, conhecido anteriormente como Skypicker, é uma agência de viagens online com tecnologia de Interlining virtual pioneira e orientada para um serviço de apoio a clientes excepcional. O nosso algoritmo de pesquisa de voos exclusivo permite que os nossos clientes combinem voos de companhias aéreas, que normalmente não cooperam, num único itinerário, originando frequentemente economias significativas.

Existem mais de 600 companhias aéreas importantes a operarem em todo o mundo. Algumas delas operam de forma autónoma, outras cooperam entre si, criando alianças para poderem oferecer mais destinos. Infelizmente, muitas transportadoras low-cost (baixo custo) não têm acordos de cooperação com as grandes companhias aéreas, limitando consideravelmente as opções de combinação disponíveis para os viajantes.

O Kiwi.com elimina esta limitação ao permitir que os viajantes criem itinerários a partir de um número de combinações de voos quase ilimitado. A revista Focus alemã considerou que somos, em média, 28% mais baratos que a concorrência, sendo que em alguns casos a poupança pode chegar aos 90%.

 

FONTES: KIWI.COM E CIANEWS.