O Instituto de Navegação Aérea está olhando para as possibilidades de dar um treinamento na China

Publicados: 19/07/2018 Países relacionados:  Brasil Brasil

A empresa nacional tcheca está planejando construir seu centro de treinamento na China para que possa ensinar aos controladores de toda a Ásia como organizar o espaço aéreo.

Devido ao fato de que a oferta de vôos está aumentando e novos aeroportos estão sendo desenvolvidos, também é necessário contratar as pessoas que organizariam o espaço aéreo. Por tudo isso, há que que abrir as novas escolas voltadas para esse tipo de treinamento. Atualmente, os especialistas tchecos estão negociando com seus colegas na China para ver a possível colaboração. O primeiro passo seria treinar alguns controladores estrangeiros diretamente na República Tcheca, em Praga. Posteriormente, seria mais fácil exportar esse tipo de serviço para a China e outros países. Segundo o diretor da empresa nacional tcheca, os chineses estão interessados em ver como funciona o treinamento e também em colaboração com o exército. Se tudo correr bem, a idéia seria construir um centro de treinamento na China que servirá para toda a região do Sudeste Asiático, incluindo o Vietnã e a Tailândia. Este tipo de negócio seria muito interessante para a empresa, uma vez que na China vai precisar de muitas pessoas treinadas, porque atualmente tem uma grande falta de controladores de espaço aéreo. Os embaixadores tchecos do Vietnã e do Laos são muito importantes durante as negociações.

O negócio de treinamento é muito atraente não só na China, mas também na Europa. A formação de mais de 70 controladores em Malta será fornecida através do centro de formação tcheco (CANI - Czech Air Navigation Institute).

A empresa é muito rentável desde o ano passado, que apresentou um lucro de 3,8 milhões dólares, com um volume de negócios de 188 milhões dólares.

Fonte: E15

Preparado pela equipa da CzechTrade Sao Paulo