Demanda do café verde está crescendo

Publicados: 17/11/2022 Países relacionados:  Brasil Brasil

Brasil exportou em outubro 3,18 milhões de sacas de 60 quilos de café verde, 2,8% a menos em relação ao ano anterior, registrando a alta de 7,1% e em setembro em relação ao mesmo período do ano anterior, informa o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

Nos últimos cinco anos, o lucro de outubro é o menor da história, segundo o Cecafé, os problemas são os de logística e da menor oferta de café Canephora (variedades robusta e conilon). Conforme o diretor do Conselho, Günter Häusler, há maior demanda por cafés de canéfora por parte dos vendedores nacionais, o que limita a exportação dessa variedade. As exportações de café robusta e conilon totalizaram apenas 110 675 sacas em outubro, queda de 63% em relação ao ano anterior, enquanto o café arábica exportou 3,07 milhões de sacas, alta de 3,3% na comparação anual.

Segundo o presidente do Conselho, porém, não houve grandes mudanças globais no mercado de exportação, pois apesar de uma leve queda nas exportações, os portos estão congestionados. De julho até o final de outubro deste ano, o Brasil exportou 12,288 milhões de sacas de café, rendendo ao país um lucro de US$ 2,948 bilhões, o maior da história neste p

eríodo, mesmo com a alta dos preços.

Em agosto, o preço do café nos países da União Europeia aumentou 16,9% na comparação anual, informou esta semana o escritório europeu de estatísticas Eurostat. Apesar do aumento do preço da commodity, no entanto, a demanda por café verde na Europa está crescendo. As empresas estão procurando os distribuidores e produtores de café verde, entre outros, por exemplo, a empresa tcheca de torrefação, Coffeespot.


Fontes: diariodocomercio.com.br, forbes.com.br, cc.cz