Durante crise de gás na Tchéquia, o aquecimento das residências será reduzido

Publicados: 24/08/2022 Países relacionados:  Brasil Brasil

O ministro da economia da República Tcheca, Jozef Síkela, anunciou a apresentação de um plano de emergência em caso de falta de gás.

Em caso de falta de gás, a prioridade será garantir o funcionamento da indústria, afirmou o ministério que no seu provimento preparou novas regras de aquecimento que entraria em vigor no caso de proclamação de prevenção ou atual de emergência. A temperatura nas salas das residências deverá ser reduzida de atuais 20 graus a 18, os banheiros devem ser aquecidos a 19 em vez de 24 graus Celsius.

Segundo os especialistas, a proposta possui várias armadilhas. A proposta com tarifa de poupança não contém valores específicos e não está clara em como os controles e a regulação seriam feitos. No entanto, se os ministros chegarem a um acordo, Síkela está pronto para apresentar a proposta ao gabinete nas próximas semanas, juntamente com a proposta de seu gabinete de subsídios para residências com alto consumo de energia.

Fonte: seznamzpravy.cz